Crianças a bordo

Chega de traumas! Para embarcar num avião e garantir uma viagem tranquila com as crianças é só se cercar de alguns cuidados, bem básicos.

Os primeiros dizem respeito aos preparativos da viagem. Em geral, bebês com mais de três semanas de vida podem viajar de avião. Mas, como cada caso é um caso, é sempre bom falar com o pediatra e certificar-se que ele está apto a enfrentar um deslocamento dessa forma.

Independente da idade, crianças que viajam para o exterior precisam de passaporte. E os pequeninos que viajam com apenas um dos pais só podem embarcar se o adulto acompanhante apresentar uma autorização especial de viagem ou saída do país.

Dentro do avião, as companhias aéreas disponibilizam berços ou cadeirinhas especiais para bebês de colo, mas como o número é limitado por aeronave, é sempre importante avisar com antecedência que você viajará acompanhada de uma criança dessa idade. Com menos de dois anos, as crianças viajam sentadas no colo da mãe, pai ou responsável, presas por um cinto de segurança especial.

Na bagagem de mão, é importante levar tudo que for necessário para o bem-estar do bebê ou dos mais crescidinhos, como fraldas, lenços umedecidos, pomada para assaduras e sacos de fechamento hermético, roupas para a troca da criança e também para a sua troca – no caso de algum “acidente” acontecer ao longo do voo – um gorro, uma mantinha ou blusa mais quente também é importante, já que a temperatura é sempre baixa dentro dos aviões. Leve também os biscoitos ou salgadinhos preferidos do seu filho e não se esqueça de colocar na mala mamadeiras e o leite em pó especial. Devido à nova regulamentação de segurança nos aeroportos, que proíbe o transporte de líquidos com mais de 100 ml, é melhor levar as mamadeiras vazias.

Reserve espaço ainda para os brinquedos do seu filho, alguns livros de colorir e lápis de cor, jogos e livros que poderão distraí-lo durante a viagem.

Na hora da decolagem e do pouso ocorrem alterações de pressão dentro da cabine que podem ser bastante penosas para a garotada. Para evitar que elas sofram com as dores de ouvido, ofereça a elas a chupeta, mamadeira ou mesmo uma bala. O movimento de sucção impede aquela sensação tão desconfortável de ouvidos entupidos. Respeitado tudo isso, é só aproveitar o voo!

Foto: Dreamstime

CATEGORIA :Dicas

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *